top of page
Buscar

BOLETIM IRRIGO: Mês de julho

A IRRIGO representa os produtores rurais em diversas ações em todo o estado de Goiás e pelo Brasil, seja por meio de reuniões, grupos de trabalho e até ações mais específicas. Para maior visibilidade de nossa atividade, elaboramos um boletim periódico que será publicado para trazer as principais ações da associação. Em nossas redes sociais, publicaremos uma versão resumida do boletim. Contudo, abaixo, será possível observar na íntegra o que realizamos no mês de julho a fim de que o fomento à agricultura irrigada continue acontecendo em Goiás por meio de nossa associação.


11 de julho: reunião com a diretoria da IRRIGO para alinhamento das ações de representação técnica e política da associação, com destaque para os desdobramentos que envolvem o Maro Regulatório do Rio São Marcos e a proposta de instalação de PCHs em bacias hidrográficas do estado de Goiás, que podem comprometer a disponibilidade hídrica para os usos múltiplos de água, como a irrigação.


14 de julho: reunião do Grupo Técnico Acompanhamento da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Piancó, instância do CBH CVSM, para compreender a situação hidrológica do território e os impactos que instalação do reservatório para abastecimento público da população de Anápolis pode trazer para os pequenos produtores irrigantes.


17 de julho: reunião da Câmara Técnica do Conselho Estadual de Recursos Hídricos para discutir sobre procedimentos e metodologias para emissão de outorga de direto pelo uso da água no estado de Goiás.


20 e 21 de julho: Realização do II Encontro de Agricultura Irrigada do Centro-Oeste, evento promovido pelo Instituto Inovagri, em parceria com a IRRIGO.


25 de julho: em reunião que ocorreu na SEMAD, foram tratados os desdobramentos sobre o Marco Regulatório do Rio São Marcos com o Subsecretário de Segurança Hídrica Jorge Werneck e sua equipe, na ocasião também estiveram presentes lideranças do município de Cristalina. Foi apresentado um cenário de extrema preocupação e insegurança hídrica para os produtores rurais, com possibilidade de um agravamento do conflito pelo uso da água, o que traz um paradoxo frente ao proposito do Marco Regulatório.


28 de julho: continuidade das discussões da Câmara Técnica do Conselho Estadual de Recursos Hídricos para discutir sobre procedimentos e metodologias para emissão de outorga de direto pelo uso da água no estado de Goiás.



Em resumo, podemos destacar que as principais ações da IRRIGO no mês de junho foram relacionadas aos desdobramentos que envolvem o Marco Regulatório do Rio São Marcos, que pode comprometer a ampliação da área irrigada no território. Também tivemos a realização do II Encontro de Agricultura Irrigada do Centro-Oeste, promovido pelo Instituto Inovagri e contou com o apoio institucional da IRRIGO.


O quadro a seguir ilustra o relato apresentado e horas dedicadas em reuniões, com a premissa que para cada hora dedicada em reuniões e eventos são necessárias ao menos 2 horas de preparo, deslocamento, desenvolvimento, análise, conclusão dos fatos e relatoria.



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page