Buscar
  • Adrian Alencar

BOLETIM IRRIGO: Mês de Maio

A IRRIGO representa os produtores rurais em diversas ações em todo o estado de Goiás e Brasil, seja por meio de reuniões, grupos de trabalho e até ações mais específicas. Para maior visibilidade de nossa atividade, elaboramos um boletim periódico que será publicado para trazer as principais ações da associação.


Em nossas redes sociais, publicaremos uma versão resumida do boletim. Contudo, abaixo, será possível observar na íntegra o que realizamos em maio a fim de que o fomento à agricultura irrigada continue acontecendo em Goiás por meio de nossa associação.


 

Com o intuito de justificar as ações da Diretoria Executiva da IRRIGO – Associação dos Irrigantes do Estado de Goiás, representada por Bruno Vicente Marques, o presente relatório sintetiza as principais atividades desenvolvidas durante o mês referenciado acima.


• 03 de maio: Reunião do Grupo de Trabalho do Plano da Bacia Hidrográfico do Rio Maia Ponte (GT Plano Meia Ponte) para discutir as classes de enquadramento da qualidade da água na região que abrange a Área de Proteção Ambiental (APA) do Ribeirão João Leite, pois a restrição de uso dos recursos hídricos e a exigência de classes mais elevadas pode restringir o desenvolvimento social e econômico dos municípios que integram a APA.

• Em evento que ocorreu no município de Anápolis, foi realizada a entrega das outorgas de direito de uso dos recursos para os produtores rurais do Ribeirão Piancó. A IRRIGO tem grande responsabilidade nessa ação, pois liderou, junto com a FAEG, o processo de construção da alocação negociada de água no Comitê de Bacia Hidrográfica Corumbá, Veríssimo e São Marcos (CBH CVSM).


• 05 de maio: Nova reunião para discutir o enquadramento dos rios da APA do Ribeirão João Leite, dessa vez fora do âmbito do GT Plano, apenas com representantes dos usuários de recursos hídricos da região.

• A SEMAD convocou uma reunião os membros das diretorias de todos os comitês de bacias hidrográficas de Goiás para discutir a cobrança pelo uso de recursos hídricos, no qual manifestou que a construção deste instrumento de gestão deve ser de autonomia dos comitês, pois reconheceu que estava empregando certa pressão para que os trabalhos se desenvolvessem segundo seus critério e cronogramas.


09 de maio: O Prof. Dr. José Alves Jr., que é responsável pela disciplina de irrigação na Universidade Federal de Goiás (UFG), recebeu a IRRIGO, na figura do seu Diretor Executivo Bruno Marques, em uma conversa muito construtiva, sobre a formalização de um acordo de cooperação entre as instituições, avanço da pesquisa na área irrigada, proposta de evento científico votado para irrigação de Goiás, entre outros assuntos de uma agenda bastante positiva.


10 e 11 de maio: Inauguração de mais uma rede de alta tensão no município de Cristalina, que traz maior segurança para a produção irrigada na região e uma oportunidade de expansão. A disponibilidade e a qualidade da energia em Goiás é um assunto muito importante da IRRIGO. Na ocasião da visita no município, também foi possível um diálogo construtivo sobre as ações da IRRIGO e planejamento de ações estratégicas com membros da diretoria da associação.


16 de maio: Participamos de uma reunião com os representantes de Goiás que farão a composição da plenária do CBH Paranaíba, com o intuito de discutir a composição da diretoria do comitê, com a definição de uma chapa que terá como candidato à presidência João Ricardo Raiser da SEMAD, junto com Deivid Oliveira da FIEMG na vice-presidência e Fabio Bakker da CAESB – DF na secretaria executiva, com cargo de secretaria adjunta ainda em aberto, que deve ser ocupado por um representante da Sociedade Civil Organizada, segundo as regras regimentais do CBH Paranaíba.


17 de maio: Em uma conversa com o Sr. Ary Soares, que representa o IDESA – Instituto de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental, fomos convidados como palestrantes para falar sobre a atuação da IRRIGO nos comitês de bacias hidrográficas em um evento científico no dia 24 de agosto na UEG de Morrinhos.

• Tivemos uma conversa Leonardo Lobo da Leon Capital sobre a possibilidade de oferecer serviços de operações financeiras para equipamentos de irrigação junto aos associados da IRRIGO.

• Nesse dia também ocorreu uma reunião do GT Plano do CBH CVSM para tratar do enquadramento das classes de qualidade de água na região de Caldas Novas e Rio Quente.


18 de maio: Recebemos em nosso escritório o candidato à presidência do CBH Paranaíba João Ricardo Raiser para discutir ações de planejamento e gestão de recursos para a próxima gestão do CBH Paranaíba, principalmente ações de gestão e monitoramento voltadas para a produção irrigada.

Neste dia também ocorreu a reunião da Câmara Técnica de Integração do CBH Paranaíba, que é coordenada pela IRRIGO. Com uma pauta bem extensa, foram discutidos temas de grande relevância para a gestão de recursos hídricos no território como a participação do CBH no Grupo Técnico Operacional do Rio São Marcos, os impactos negativos do Novo Marco Hídrico (PL 4645/2021), uso dos recursos financeiros gerados pela cobrança do uso dos recursos hídricos, organização do Seminário de Integração dos Comitês de Bacias, apoio a publicações científicas, entre outros.


19 de maio: Realizamos uma visita à Agro Brasília e aproveitamos a oportunidade para conversar com as empresas que atuam na área da irrigação, firmar parcerias e colocar a IRRIGO à disposição para o que for necessário.


25 de maio: Nova reunião para discutir o enquadramento da qualidade da água dos rios da APA do João Leite, dessa vez com a presença da SEMAD para orientar as ações e construir propostas junto aos usuários com interesse no desenvolvimento sustentável do território, representados por FAEG, FIEG, IRRIGO e empresários locais.


26 de maio: Foi realizado o processo eletivo do Comitê de Bacias Hidrográfica dos Afluentes Goianos do Rio Araguaia (CBH AGORA) em Jussara. Por ser uma das regiões de maior expansão da irrigação em Goiás, a IRRIGO pleiteou e conquistou uma vaga como titular dos usuários de irrigação e usos agropecuários, junto FAEG, APROVA e Sindicato Rural de Britânia.


27 de maio: Reunião do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERHí) para tratar de diversos temas para a gestão das águas de Goiás, com destaque para a solicitação de prorrogação de prazos da Declaração de Reserva de Recursos Hídricos (DRDH) para a construção de três PCH em Goiás, os membros do CERHí aprovaram o pedido, mas a IRRIGO se posicionou de forma contrária, pois entende que esse tipo de ação pode prejudicar os usos múltiplos e gerar futuros conflitos pelo uso da água, como ocorreu na bacia hidrográfica do Rio São Marcos.


30 de maio: Reunião do GT Plano do CBH CVSM para analisar a nova proposta de enquadramento dos rios da região de Rio Quente e Caldas Novas.

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo