• Thalita Braga

Diretor da Irrigo é palestrante em seminário comemorativo ao Dia da Conservação do Solo do Mapa, em


Com o tema “Manejo conservacionista do solo e sua relevância para o uso eficiente da água na produção agropecuária, e a reservação de água na propriedade para a segurança hídrica”, o engenheiro agrônomo e diretor técnico da Irrigo, Renato Caetano palestrou durante o evento comemorativo ao Dia da Conservação do Solo, realizado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), na última sexta-feira, 12.

O evento realizado na sede do Inmet reuniu especialistas da FAO, Embrapa e empresários do setor que debateram sobre a atuação de empresas, estratégias para inovações tecnológicas na agricultura, planos para a conservação do solo e os desafios para a produção sustentável. Caetano destacou a importância da participação da Irrigo em eventos como esse, que vão ao encontro do que a Associação propõe aos irrigantes goianos. “Estamos vivendo um momento em que o agricultor é visto como vilão da sociedade, ao ponto que a realidade é totalmente contrária. Estudos da Embrapa já provaram que hoje quem mais preserva o meio ambiente é o agricultor, não só porque ele depende diretamente dele para continuar produzindo, mas porque o produtor tem consciência que sem a conservação da água e do solo não há alimento, e assim, não haverá gerações futuras”, destacou.

Segundo o chefe da Divisão de Agricultura Conservacionista do Mapa, Maurício Carvalho de Oliveira, discutir a conservação do solo é essencial para o Brasil, não só por sua importância para a agricultura no presente e no futuro, como também por seu papel na segurança alimentar nacional e mundial: “Temos que estabelecer uma política capaz de assegurar o desenvolvimento do setor agrícola e o equilíbrio ambiental, atendendo às necessidades das populações atuais, sem comprometer as gerações futuras”.

Mauricio ressalta ser crucial que o país continue ampliando o uso de tecnologias como o plantio direto, a integração lavoura-pecuária-floresta e a recuperação de pastagens degradadas, todas previstas no Plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono) para reforçar a conservação do solo, da água e dos recursos naturais.

O Dia Nacional da Conservação do Solo é comemorado em 15 de abril, data regulamentada pela Lei 7.876 de 13 de novembro de 1989. A criação desta data foi uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). O objetivo ao estabelecer essa data alusiva foi o de provocar reflexão da sociedade no sentido de fortalecer e apoiar os produtores rurais quanto ao uso e ao manejo do solo agrícola em bases sustentáveis, de acordo com as especificidades regionais e locais, visando sua conservação e preservação para o atendimento da crescente demanda por alimentos, fibras e matérias-primas e, desta forma, contribuir para o fortalecimento do agronegócio brasileiro.

Com informações da Ascom Mapa

#Irrigo #conservaçãodosolo #mapa

0 visualização

Cadastre-se
e receba sem seu e-mail as principais notícias do agronegócio e da Irrigo

© 2020 - Desenvolvido por Completta Consultoria