• Imprensa

Encontro na Faeg discute empreendedorismo, sucessão familiar e liderança no agro entre os jovens


“Incentivar a sucessão familiar, fomentar novas lideranças e despertar o empreendedorismo. Estes são pilares que vamos despertar em jovens de todo o Estado de Goiás”, destacou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e também presidente do Conselho Administrativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), José Mário Schreiner, nesta quinta-feira (26), no Encontro de Jovens Lideranças do Agro. O evento que ocorreu no auditório da Faeg, em Goiânia (GO), recebeu mais de 300 jovens de todo o Estado com o objetivo de discutir empreendedorismo, liderança e inovação para o futuro da agropecuária.

Na ocasião, José Mário ressaltou a importância da atuação dos jovens no agro, na sociedade e também no meio político. Para ele, por meio do diálogo e da atuação nestes meios, os municípios e o estado podem avançar na sucessão familiar, no empreendedorismo e na economia goiana. “Nossos jovens precisam de estímulo, oportunidade e incentivo para avançarem. Somos um país empreendedor, mas não temos encorajamento e apoio nenhum para isso. Nosso papel é estimular, incentivar essa geração a olhar para a economia e para a política com esperança. Precisamos acreditar em um futuro melhor. E o agro é o mais promissor da economia brasileira e um campo extenso de grandes oportunidades”, defendeu José Mário.

Novo líderes

Incentivar novos líderes para um novo agronegócio. Este foi o tema da palestra do coordenador Acadêmico de Programas da FGV In Company, José Luiz Tejon. Ele falou aos jovens sobre criatividade, inovação e superação. “Isto significa acima de tudo capacidade de aprender a aprender. E criatividade é o insumo mais barato do mundo. Não custa nada, basta pensar, concentrar, observar, reunir as melhores coisas que você observa, e integrar ao seu desafio, ao seu negócio”, pontou.

Para Tejon, os jovens são sucessores e líderes. “Em todos os países existe a preocupação com a criação de sucessores. A nova agropecuária exige cabeças novas. Os jovens sucessores e os jovens lideres é que vão tocar as entidades e as associações. Por isso é necessário buscar a sabedoria dos sábios. Ninguém tem futuro sozinho, e se você não aprender estará incapacitado. Não perca tempo, aprenda, diversifique e comece”, explanou.

Motivação

Uma jovem de 25 anos, criada no campo e que um dia terá sob sua responsabilidade uma propriedade de 660 hectares em Pejuçara, município a 395 km de Porto Alegre. Diferentemente de muitas pessoas da mesma idade que não sabem para onde vão suas carreiras, a sócia proprietária da Agência Favo, Camila Telles e tantos outros jovens herdeiros de propriedades rurais no Rio Grande do Sul já têm em mente o caminho a ser trilhado. “O agro é uma certeza para mim. O meu papel agora é aprender muito”, destacou Camila, segunda palestrante do encontro de Jovens Lideranças do Agro.

Segundo ela, a sucessão é um processo construído junto aos pais. “Tenho em casa um exemplo de empreendedora e produtora rural, então é muito reforçador”, pontuou. Desde que se formou em relações públicas, o desafio tem sido unir o campo e a comunicação. “Tenho muito amor pelo campo e pela minha área. Por isso, decidi empreender em algo que unisse as duas coisas”, disse. Assim, iniciou recentemente a Favo, agência de comunicação focada apenas em agronegócio. “Usamos todas as estratégias de marketing digital, branding, em prol da valorização do setor”, explicou. Além deste projeto, há o Geração Agro, rede que busca unir jovens que estejam empreendendo em suas fazendas - e que virou blog no site do Canal Rural.

Visão do jovem

Para o engenheiro agrônomo e membro do grupo Faeg Jovem de Cachoeira Alta, Tacisio Tudeia, 26 anos, participar de eventos como este é importante para adquirir novas experiências. “Faço parte da Faeg Jovem em minha região e busco sempre aprender mais. Os encontros permitem isso”, destacou. Já o também engenheiro agrônomo, Tiago Martins, 24 anos, estar engajado em temas pertentes sobre o agro é motivador. Ele faz parte do grupo Faeg Jovem de Goianésia.

Texto: Nayara Pereira

Fotos: Larissa Melo e Fredox Carvalho

#empreeendedorismorural #faeg #goiás #agronegócio #sucessãofamiliar

13 visualizações

Cadastre-se
e receba sem seu e-mail as principais notícias do agronegócio e da Irrigo

© 2020 - Desenvolvido por Completta Consultoria