• Anderson Corso

Goiás deve produzir 21,67 milhões de toneladas de grãos na safra 2017/18


A Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) estima redução no total produzido da safra de grãos 2017/2018 em Goiás. As informações são do 9º Levantamento da entidade. De acordo com a Conab, Goiás deve produzir neste ano um total de 21,67 milhões de toneladas de grãos – queda de 0,9% em relação ao observado na safra passada. A área plantada se manteve em 5,30 milhões de hectares, o que representa um crescimento de 1,2% em relação ao ciclo anterior.

A redução observada no novo levantamento também foi causada pela redução nas expectativas de produtividade do milho safrinha no estado. Grande parte das lavouras de Goiás foram afetadas pelo período seco observado entre a segunda quinzena de abril e meados de maio. “A produtividade média do milho segunda safra foi reduzida em 8,3% em relação as perspectivas iniciais, o que junto com a redução de 2,4% na área plantada, resultaram numa prospecção de produção de 6,76 milhões de toneladas neste ano, uma queda de 10,5% em relação à safra passada”, destaca o analista técnico do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), Cristiano Palavro.

Já para a soja os números novamente registraram alta. A produtividade das lavouras foi atualizada para 3.480 quilos por hectare (58 sacas por hectare), o que representa um novo recorde para a cultura em Goiás. Com isso a produção alcançou a estimativa de 11,78 milhões de toneladas (+8,9%), crescimento favorecido também pelo aumento da área cultivada com a oleaginosa no estado (+3,3%).

Entre as demais culturas, destaque para a queda estimada para a produção de sorgo (-7,5%) e de arroz (-1,4%), e os aumentos na produção de algodão em caroço (+26,9%), feijão (+9,0%) e girassol (+22,0%).

Com informações da Assessoria de Comunicação do Sistema Faeg Senar

#safra2018 #produçãoagrícola #goiás #agricultura

34 visualizações

Cadastre-se
e receba sem seu e-mail as principais notícias do agronegócio e da Irrigo

© 2020 - Desenvolvido por Completta Consultoria