• Thalita Braga

Presidente da Irrigo recebe comitiva de especialistas da ANA e do CPRM para visita técnica em lavour


Na última quinta-feira, 24, o presidente da Associação dos Irrigantes de Goiás, Luiz Carlos Figueiredo, recebeu uma comitiva de especialistas da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) que participam de workshop para aprimorar a estimativa de uso da água para irrigação no Brasil por meio da modelagem SSEBop. Acompanharam o grupo o os palestrantes do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês) Gabriel Senay e MacKenzie Friedrichs, que conduziram o workshop, os especialistas em recursos hídricos da ANA, Thiago Fontenelle e Marcela Ayub, e o pesquisador da Embrapa Cerrado Daniel Assunção.

Durante a visita à Fazenda Figueiredo, em Cristalina (GO), o grupo pode conferir de perto o sistema de irrigação por pivôs centrais, desde a construção de barramentos para reservar as águas das chuvas, passando pela captação, até chegar a distribuição de água por aspersão nas lavouras de café. O engenheiro agrônomo responsável pela área irrigada da propriedade, Leonardo Mundim, detalhou todo o manejo de solo e água aplicado na produção do café e esclareceu as dúvidas dos visitantes.

Luiz Figueiredo destacou também a importância desse intercâmbio de informações entre pesquisadores dos Estados Unidos, Brasil e produtores para o setor de irrigação do País. “Nas Fazendas Figueiredo nós temos um propósito de sempre fazer o melhor, por isso, estamos sempre buscando novas tecnologias, conhecimento e experimentando técnicas para obter melhores resultados na produção agropecuária. É esse o modelo de produção sustentável que a Irrigo quer perpetuar em Goiás e no Brasil, para que possamos produzir com eficiência”, afirma.

Workshop

O workshop faz parte da contratação do USGS para capacitação técnica de profissionais brasileiros que atuem no planejamento e operação da Rede Hidrometeorológica Nacional, conforme o Memorando de Entendimento BR-20.0000 vigente até 2025. Esta cooperação – assinada por ANA, CPRM e USGS – prevê intercâmbios de informação técnica, treinamentos e pesquisas. Além da área de recursos hídricos, a parceria engloba outros temas, como: variabilidade climática e mudanças no uso da terra; ecossistemas; e perigos naturais, avaliações de riscos e resiliência.

Durante a programação do evento, em Brasília, os instrutores da USGS falaram sobre a aplicação da modelagem SSEBop para o planejamento do uso de recursos hídricos. Esta metodologia adotada pelo USGS utiliza geoprocessamento aplicado em produtos de sensoriamento remoto (como imagens de satélite) para quantificação de áreas irrigadas e de evapotranspiração, que são variáveis consideradas para o cálculo da demanda de água.

Os especialistas estadunidenses também mostraram como os brasileiros podem implementá-la considerando as características das diferentes regiões do País e apresentaram como a modelagem pode ser utilizada em análises específicas de uso da água, especialmente a irrigação. Também foram abordados aspectos de monitoramento, como a evapotranspiração.

Com informações da Assessoria de Comunicação da ANA

Assessoria de Comunicação Irrigo Thalita Braga (61) 99672-8157 | imprensa@irrigoias.com.br

#ANA #recursoshídricos #irrigação #CPRM

0 visualização

Cadastre-se
e receba sem seu e-mail as principais notícias do agronegócio e da Irrigo

© 2020 - Desenvolvido por Completta Consultoria