Buscar
  • Imprensa

Produtores Rurais de Cristalina se reúnem com a Enel para falar sobre queda de energia

Na manhã desta sexta-feira (28) foi realizada uma reunião presencial na Câmara de Vereadores e também via online. Na ocasião, produtores rurais de Cristalina puderam demonstrar a situação que estão passando acerca da falta de energia que afeta os campos. Participou do evento o secretário-executivo da IRRIGO, Bruno Marques, representando a associação.


A principal reclamação foi o prejuízo constante que afeta os produtores de Cristalina devido à queda de energia. Segundo alguns irrigantes que estavam presentes na reunião, as lavouras estão sendo muito afetadas devido à baixa qualidade da energia. Isso acaba gerando um prejuízo financeiro em alta escala para os produtores da região de Cristalina.





O executivo de contas da Enel, Leandro Albino, se apresentou na reunião, juntamente com outros representantes da entidade. Na oportunidade, eles apresentaram projetos de melhoria do planejamento de rede na região de Cristalina. Apesar das mudanças propostas, os representantes da Enel assumiram a baixa qualidade da energia elétrica que chega aos produtores rurais de Cristalina. Um dos principais motivos dados pela engenheira da companhia, Livia Amaral, é a distância muito longa para que a energia chegue à região.


"Um dos principais problemas é justamente a distância percorrida para que a energia elétrica chegue à Cristalina. Contudo, com as obras previstas na região a estimativa é que mais produtores rurais sejam alcançados pela Enel, com uma energia elétrica de qualidade", afirma Livia.

Investimentos


Segundo os representantes da Enel, há dois investimentos principais que devem resolver o problema da energia elétrica em Cristalina. Com a entrega da obra da subestação São Marcos e os alimentadores na cidade a previsão é de que haja a resolução para a sobrecarga em condutores e o nível de tensão.


Produtores Rurais


A irrigação é o setor que mais usa água no país. Toda a infraestrutura necessária para manter os equipamentos em pleno funcionamento exige uma carga alta de energia elétrica. O relato dos irrigantes é que a constante falta e queda de energia elétrica têm feito queimar máquinas, equipamentos agrícolas e geradores.


Uma nova reunião ficou pré-agendada para que haja um retorno acerca das reclamações dos produtores rurais na reunião.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo